Banda Filarmónica

   

"Artistas, são amantes da música que não se satisfazem
 apenas ouvindo-a, mas só se realizam plenamente 
quando as melodias saem de seus próprios dedos."
 

As origens musicais no Bombarral, de que se tem conhecimento, datam de 1863, dando origem em 1893, ao aparecimento da Banda “Música Velha” mais conhecida por “Os Roufenhos”. Nesta continuação, surge a 15 de Fevereiro de 1979, o Círculo de Cultura Musical Bombarralense, constituído por um grupo de músicos, antigos executantes que se encontravam dispersos pelo concelho do Bombarral e que formam a  Banda Filarmónica.

Uma vez criada a Escola de Música, a Banda do CCMB, nunca mais parou. Foram Maestros da Banda e simultaneamente responsáveis pela Escola de Música: Manuel Jerónimo (1979); Ramalho (1980); Edmundo Barrela (1981); António Pedro dos Santos (1982-1987); José Manuel Borges Monteiro (1987-1997)  e João Menezes (1997-2001).
Do embrião original, chegam aos dias de hoje fazendo parte da Banda,56 elementos, que ainda numa sede provisória, conseguem com um trabalho regular, quer a nível individual quer a nível de ensaios de grupo (uma vez por semana), fazer com que  a Banda alcance  uma posição de referência na Região e no País. Com cerca de 80% dos seus membros com idades inferiores a 18 anos, esse leque de jovens amadores, faz com que seja também umas das associações que movimenta mais jovens no Concelho.

A Banda do CCMB, graças a um trabalho de preserverança e dedicação, mesmo sem os apoios que se desejariam e esperariam ter para ajudar a sua missão, tem conseguido obter vários  momentos musicais de registo, quer em várias festas populares, quer em Encontros de Bandas ou outros concertos, quer na região que um pouco por todo o País. Com um agradável e variado repertório (desde o clássico ao ligeiro) consegue adaptar-se às várias solicitações para o qual é convidada, tendo ainda gravado em Maio de 2003, o seu primeiro CD (Antes da Prata). No entanto, a sua primeira gravação data de 1986, onde com a colaboração do Grupo Coral da Rádio Renascença, gravou uma faixa no disco intitulado “Música e Canto no Bombarral”.

Desde 1995 que organiza o Encontro de Bandas no Bombarral, um evento que promove uma das maiores actividades musicais no Concelho, mobilizando várias centenas de músicos, convidando diversas bandas de diferentes pontos do país. 
Actualmente a Banda pretende evoluir para uma maior quantidade de músicos, implicando assim, tambem maior variedade nos instrumentos disponíveis, sendo eventual o aparecimento de instrumentos de cordas. Porém é  objectivo principal da sua actuação, a manutenção e se possível a melhoria da Qualidade Artística

Em 2000 foi uma das 4 bandas nacionais participantes nas comemorações dos 500 anos da descoberta do Brasil, tendo actuado na Torre de Belem e no Parque das Nações.

Deslocou-se á ilha de S. Miguel (Açores) em Outubro de 2004, realizando um intercâmbio com a Banda Filarmónica Lira do Rosário, como forma de enriquecer o seu palmarés e a sua experiência cultural. 

Na passagem de ano para 2006 participou na Gala Final do programa televisivo "1ºCompanhia" da TVI. Desde Novembro de 2012, é seu Maestro e responsável pela Escola de  Música, o Maestro Vitor Feitor.